Artigos

Uma das regiões do corpo que sofre muito com os movimentos realizados pelos jogadores de vôlei é o quadril. Isso porque os atletas estão frequentemente impulsionando o corpo para saltar e, depois, aterrissando no solo.

Ao impulsionar o corpo, há uma contração da musculatura. Já na hora de recolocar os pés no chão, os músculos agem para amortecer o impacto do corpo do atleta com o solo, fazendo com que o quadril possa sofrer lesões nesses momentos.

Os atletas profissionais costumam ser constantemente acompanhados por especialistas, para assim evitar as lesões. Já os atletas amadores precisam estar atentos, e ter alguns cuidados com o quadril para poder praticar vôlei. Alguns deles são:

- Fortalecer a musculatura dos músculos adjacentes ao quadril, para que na hora da impulsão e aterrissagem, eles consigam absorver o impacto gerado;

- Alongar o corpo para evitar possíveis lesões geradas por movimentos mal realizados;

- Realizar os movimentos com as técnicas corretas e com orientação profissional.

Ao sentir qualquer tipo de sintoma que possa limitar as atividades e que cause dor no dia a dia, a recomendação é procurar um médico ortopedista especialista em quadril para que este possa fazer o diagnóstico correto, analisando se há, ou não, algum tipo de lesão no quadril.

Possui dúvidas sobre o assunto? Entre em contato ou agende sua consulta! 

 (11) 3667-6132